2344
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 13/05/2021 18:37

Enfermeira externa repúdio da Saúde Pública por conta de acusação de internauta

A enfermeira Lílian esclareceu o suposto descarte ilegal de vacina contra a Covid-19 em Guaxupé
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Enfermeira externa repúdio da Saúde Pública por conta de acusação de internauta

Uma postagem feita nesta quinta-feira, 13 de maio, por internauta guaxupeano, provocou a revolta das equipes de Enfermagem da Saúde Pública de Guaxupé. Isto, porque o autor do conteúdo afirmou que está havendo descarte ilegal de vacina contra a Covid-19 em unidade local. A acusação, que ele mesmo afirmou não ter como provar, esmoreceu os ânimos dos enfermeiros vinte e quatro horas após o Dia Mundial da Enfermagem.
Na publicação, feita no Facebook, o autor afirmou ter presenciado uma profissional jogando fora doses de vacina em unidade de Saúde entre o Planalto e o Jardim Rosana: "Sobrou 5,5 doses mais ou menos para umas cinco pessoas. E ela (a enfermeira) disse que jogaria fora, pois vacina aberta não pode guardar", afirmou ele, que contestou: "Se sobrou ou sobra, não é justo vacinar as pessoas até acabar tudo ou é preferível a maldade de jogar fora e arriscar vidas?".
Em sua manifestação, o cidadão garantiu: "Isso aconteceu comigo, mas não deu para filmar. Mas, procurem saber, meus irmãos, pois isto, ao meu ver, não é correto, não é do bem, não é de Deus", finalizou ele, cujas afirmações geraram repercusão, com outros usuários da rede mundial de computadores indagando sobre o teor do conteúdo postado. "Jogando fora? E nós aqui, sem sabermos quando é que nos vacinaremos?", perguntou uma internauta, cuja resposta, dele, foi positiva com relação ao eventual desperdício de imunizantes.

Esclarecendo...
Nesta tarde, a Saúde Pública se manifestou por meio da enfermeira Lílian Garcia, a qual mostrou, via matéria do JOGO SÉRIO, em vídeo, que a história não é bem aquela narrada pelo rapaz: "Ninguém está descartando vacina! Por exemplo, neste frasco, que cabem cinco doses, veio um pouquinho a mais, que é chamada de "margem de segurança". É uma quantidade a mais para garantir que o frasco tenha vindo mesmo com as cinco doses indicadas. Então, cada dose corresponde a 0,05ml, sendo que esta sobra não dá, sequer, nem 0,01ml. Por isso, só estamos cumprindo a regulamentação técnica do Ministério de Saúde", esclareceu a profissional, que fez uma demonstração para o público tirar suas dúvidas.
Ainda sobre o assunto, Lílian destacou o sentimento de revolta de todos os profissionais envolvidos no enfrentamento ao Novo Coronavírus: "Nós temos trabalhado exaustivamente aos feriados, nos sábados e, enfim, é desejo de nossa secretária de Saúde (Daniela Bettelli) que todo mundo seja vacinado o mais rápido possível. Ela está com uma estratégia muito boa e isto não está deixando faltar vacina em Guaxupé! Então, a gente nunca espera um comentário desse, pois fazemos um trabalho sério, estudamos para isso, seguimos regras e não fazemos nada deliberadamente! Às vezes, também, escutamos gente perguntando se é vacina mesmo o que será ministrado nela ou água. É agressão verbal e nós vacinamos, por dia, cerca de duzentas pessoas! Então, pedimos mais empatia e respeito a nosso trabalho", finalizou a profissional, cuja íntegra da vídeo-entrevista está disponível neste clique AQUI.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.