329
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 21/05/2020 16:27

Dr. Thales processa o prefeito Jarbinhas e demais responsáveis pelo Decreto que flexibilizou a quarentena

O representante do Ministério Público (foto) moveu uma ACP com valor de R$ 100 mil. O tema será apreciado na 1ª Vara Cível por estes dias
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Dr. Thales processa o prefeito Jarbinhas e demais responsáveis pelo Decreto que flexibilizou a quarentena

O promotor de Justiça, dr. Thales Tácito Pontes Luz de Pádua Cerqueira, entrou com pedido de Ação Civil Pública contra o prefeito Jarbas Corrêa Filho (Jarbinhas) e membros do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, além de demais responsáveis pela edição do Decreto 2.212, que resultou na flexibilização do período de Quarentena em Guaxupé. No processo, que será apreciado pela 1ª Vara Cível e da Infância e da Juventude (do juiz Milton Biagioni Furquim), o representante do Ministério Público pede a revogação da referida lei municipal.
Dr. Thales enviou ao Judiciário uma peça de 492 páginas, por meio da qual tentará converncer o magistrado de que o prefeito Jarbinhas colocou a população em risco ao promover a reabertura gradativa de pontos comerciais, industriais e da prestação de serviços. Com estudos técnicos, laudos científicos, testemunhos de médicos favoráveis ao distanciamento social, assim como reportagens em níveis municipal, regional, nacional e até mundial, o promotor expõe que os guaxupeanos poderão ser contaminados em massa pelo Novo Coronavírus por consequência do afrouxamento da quarentena.
Conforme divulgado pelo JOGO SÉRIO, dr. Thales Tácito e o prefeito Jarbinhas têm travado verdadeira batalha sobre suas convicções com relação às medidas de preçenção ao vírus. O promotor, de um lado, já fez seis recomendações pelo fim da flexibilidade do isolamento social horizontal. O prefeito, por sua vez, respondeu que as ações adotadas seguem ao "Protocolo Minas Consciente", criado pelo governo estadual, com o objetivo de retomar a vida econômica em Minas Gerais, mas protegendo, ao mesmo tempo, toda a população. Elencada em R$ 100 mil, a ACP motivada por dr. Thales deverá ser apreciada pelo juiz, dr. Milton, já por estes dias. Quanto à Prefeitura, de acordo com sua comunicação social, a ação sequer chegou oficialmente ao conhecimento do prefeito Jarbinhas. Mais do que isto, o Município (que na semana passada obteve liminar do juiz, dr. João Batista Mendes Filho, contra supostas interferências de dr. Thales) informou que as respostas às contestações do MP serão feitas apenas dentro do processo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.