5483
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 03/06/2020 16:19

PCMG prende 14 suspeitos de integrarem organização criminosa

A operação deflagrada hoje (3) está relacionada à "Operação X", realizada no ano de 2013, quando diversas pessoas foram presas, suspeitas de envolvimento com o tráfico ilícito de entorpecentes
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis PCMG prende 14 suspeitos de integrarem organização criminosa

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Andradas, Sul do estado, realizou, nesta quarta-feira (3), a operação “Duplo X”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa atuante dentro e fora dos presídios, envolvida com o tráfico de drogas na região. No total, 14 pessoas foram presas.

Durante a operação, foram cumpridos 14 mandados de prisão em desfavor de suspeitos de integrarem a organização criminosa e três delas também foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas. Além disso, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nas cidades mineiras de Andradas, Santa Rita de Caldas e Ipuiúna, bem como nos municípios paulistas de São João da Boa Vista e Santo Antônio do Jardim.

Foram arrecadados, nos imóveis alvos da ação, cerca de três quilos de pasta base de cocaína; 1,2 quilos de maconha; aparelhos celulares; notebook; veículos; balanças de precisão e a quantia aproximada de R$ 15 mil. De acordo com o Delegado de Polícia Fabiano Roberto Mazzarotto Gonçalves, que preside as investigações, "as investigações se iniciaram há cerca de um mês e contaram com o apoio irrestrito da Polícia Penal, vez que a organização também atuava de dentro dos presídios. Tal suporte se mostrou fundamental para o êxito da ação".

O Delegado Regional de Poços de Caldas, Gustavo Henrique Magalhães Manzoli, e o Chefe do 18º Departamento de Polícia Civil, Edson Rogério de Morais, ressaltam que o principal objetivo é reduzir crimes violentos. "A operação desencadeada nesta data está inserida dentro da estratégia de redução da criminalidade violenta, diante do estreito vínculo entre esses tipos de delito com o tráfico de drogas", afirmou o Delegado Regional. "As prisões realizadas nesta data implicam em um duro golpe à organização criminosa e repercutirá na repreensão do tráfico de drogas em toda a região", completou o Chefe do 18º Departamento. Após formalização das prisões, os investigados foram encaminhados ao Sistema Prisional. A operação contou com a participação de cerca de 60 policiais civis lotados no 18° Departamento de Polícia Civil e com o apoio aéreo da Coordenação Aerotática (CAT) e do Canil da PCMG.

 

Antecedentes da operação 

A operação deflagrada hoje (3) está relacionada à "Operação X", realizada no ano de 2013, quando diversas pessoas foram presas, suspeitas de envolvimento com o tráfico ilícito de entorpecentes. O homem apontado como chefe da organização criminosa foi preso na ocasião, mas posteriormente foi liberado. Entretanto, o investigado foi novamente preso no ano de 2019, durante ação da Polícia Militar. As investigações que culminaram com a operação “Duplo X” identificaram que, mesmo com a prisão do suspeito de chefiar o tráfico, a organização expandiu as ações criminosas para além das divisas do estado, passando a abastecer suspeitos de tráfico de drogas da região. Outras duas prisões de suspeitos de integrarem a organização haviam sido realizadas no dia 19 de maio deste ano, oportunidade na qual um casal foi preso em flagrante, em posse de cerca de meio quilo de cocaína, porções de maconha, aparelhos celulares e uma balança de prisão.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.