3778
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 05/09/2019 11:18

Agente de vetores denunciado por assédio registra BO contra acusação

A PM foi procurada por G. G. ontem à noite, logo que o rapaz tomou conhecimento da denúncia, feita por meio do Facebook, pela filha da mulher supostamente vitimada
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Agente de vetores denunciado por assédio registra BO contra acusação

O agente de vetores G. G., de 38 anos, que teria cometido assédio sexual contra a dona de casa I. P. S., de 60 anos, nesta tarde de quarta-feira, 4 de setembro, registrou boletim de ocorrência para se defender da acusação. A denúncia, feita pela filha da possível vítima, Isabela Bianca, no perfil dela, no Facebook, repercute junto a milhares de internautas. Servidor público da Vigilância Sanitária, em Guaxupé, G. alega inocência e chegou a ir, com a esposa, à casa da mulher supostamente vitimada, para tirar satisfação. A polêmica, diga-se de passagem, já resultou na abertura de processo investigativo interno, por parte da Procuradoria Geral do Município de Guaxupé.
G. G. registrou boletim na 79ª Cia. PM/MG ontem à noite, logo após tomar conhecimento da denúncia feita pela filha de I. P. S. Segundo ele, nada do que foi escrito procede. Segundo ele, houve uma vistoria normal no interior da residência, que fica no Jardim Três Rosas, sendo que ao terminar lhe foi ofertado um copo de água e outro de café, mas ele os recusou. O agente narrou, ainda, que a dona da casa se queixou da mãe, idosa, por conta de problemas de saúde, tendo ele recomendado paciência e ido embora em seguida. Porém, à noite, foi alertado pelo irmão sobre a postagem da filha da mulher que ele havia visitado, profissionalmente, naquele dia.
O Jornal JOGO SÉRIO apurou que ontem à noite G. e a esposa dele estiveram mesmo na casa da cidadã que acusa o rapaz de assédio, onde cobraram explicações e as partes chegaram a trocar ofensas. Isto teria ocorrido antes do casal procurar a PM para registrar ocorrência contra a denúncia. Pouco depois, uma equipe de militares esteve na casa de I. P. S., a qual admitiu ter recebido ao rapaz e a mulher dele. À polícia, a senhora de 60 anos repetiu o conteúdo divulgado pela filha dela, na internet (veja matéria anterior, no JOGO SÉRIO, com detalhes sobre os suposto assédio). Ainda sobre G. G., o Jornal conversou com ele hoje de manhã, mas o agente de vetores preferiu não dar entrevista, por enquanto. "É uma sacanagem da grossa o que estão fazendo comigo. Procurei um advogado e já fiz BO", limitou-se ele.
Ainda sobre o caso, nesta manhã I. P. S. era aguardada na Secretaria Municipal de Saúde, pela gestora da pasta, Daniela Betteli, e a equipe da Procuradoria Jurídica da Prefeitura. Porém, ela não compareceu e informou, por telefone, que decidirá se atenderá ou não ao Município apenas após consultar seu advogado. Mesmo assim, a Secretaria de Governo e Planejamento pediu nova audiência com I. P., hoje, às 15 horas. Já quanto a G. G., foi afastado de suas atividades e trabalha, por enquanto, internamente.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]