3653
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 22/09/2016 12:36

Prefeito Jarbinhas abre o programa "Sabatina", da Rádio Clube

Atual gestor público responde a perguntas da emissora, assim como da imprensa e de ouvintes
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Prefeito Jarbinhas abre o programa

Foi realizada nesta segunda-feira, 19 de setembro, o programa “Sabatina”, transmitido ao vivo pela Rádio Clube AM Guaxupé, com condução do diretor da emissora, o publicitário Rafael Zaiat e a comunicóloga Angélica Alves. Composta por uma sessão de perguntas e respostas, a iniciativa destacou o prefeito Jarbas Corrêa Filho (o Jarbinhas, da “Coligação Guaxupé Seguindo em Frente”) como o primeiro entrevistado, dos três candidatos à Prefeitura, que participarão em datas distintas. Realizada com o objetivo de dar espaço aos postulantes e principalmente informar eleitores, “Sabatina” se repetirá ainda por outras duas vezes, com os demais candidatos: nesta sexta, 23, Marcos Antônio de Araújo (Barretinho, da “Coligação Compromisso com Guaxupé”) será o entrevistado, também às 10 horas. E, por fim, o médico Raul Clemente Júnior, do Partido dos Trabalhadores, finalizará a edição deste ano de “Sabatina” (o candidato vai ao programa dia 27 de setembro, novamente às 10h da manhã). A série do programa em questão pode ser acompanhada na rádio AM, via 1430KHz ou pelo site:  WWW.amclube.com.br. Com a presença de representantes do trio de candidatos, membros da imprensa e a participação de ouvintes, a iniciativa antecederá o debate que será realizado pela TV Sul Educativa neste dia 29, a partir das 20h45.

  

VEJA COMO FOI A “SABATINA” COM O PREFEITO JARBINHAS:

 

RÁDIO CLUBE: Jarbinhas, até certo momento de seu mandato, tínhamos a informação de que o senhor não seria candidato. Por que decidiu se candidatar novamente?

JARBINHAS: Processo eleitoral tem a data para começar, que neste ano foi com quarenta e cinco dias de campanha. Não me lembro a data correta. Então, no momento certo, nos colocamos como candidato a prefeito de Guaxupé; entendemos que não queríamos fazer um processo eleitoral com antecipação e sim fazer o nosso processo de administração da cidade de Guaxupé, pelos quatro anos que fomos eleitos. Estávamos e estamos focados neste mandato, que termina em 31/12 e nós gostaríamos sim, de fazer esta evolução de Guaxupé, como a gente vem fazendo, como nós estamos trabalhando para Guaxupé, para a população de Guaxupé, em todas as áreas que o serviço público pode atingir a população de Guaxupé. Então, tudo na vida há o momento certo e, assim, nossa candidatura e nosso trabalho foram muito bem entendidos pela população de Guaxupé. Nosso trabalho foi muito bem entendido pela população de Guaxupé. Nós queremos, com toda certeza, terminar 2016 cumprindo todas as metas fiscais e orçamentárias; tudo com tranqüilidade... continuar trabalhando muito firme na Administração do Município, com o pagamento dos servidores em dia e tudo aquilo que compete ao prefeito fazer; tudo aquilo que compete a seu secretariado fazer. Estamos tranquilos, agora, na nossa eleição e focados também tanto na Administração do Município, quanto de nossa campanha. Todos estamos muito focados em tudo isto.

 

RÁDIO CLUBE: Notamos uma intensa troca de secretários na Administração Municipal. Qual é o motivo? E até que ponto o sr. acredita que isto prejudicou nossa cidade?

JARBINHAS: Eu entendo que você precisa de uma equipe competente, aquela com a qual você sabe que pode contar com todos. E entendemos que naqueles momentos precisávamos nos adaptar ao estilo meu, de trabalho, do que o Município e a população precisavam. Alguns deixaram os cargos por suas necessidades e outros foram trocados. Estamos certos de que estas trocas foram muito benéficas. Estamos há dois anos e dois meses trabalhando com a mesma equipe. Esta equipe tem sido muito competente, que tem se entregado muito à administração da cidade. É uma equipe, acima de tudo, muito competente, tanto é que nós temos todas as contas do Município equilibradas. O município tem hoje, suas contas, dentro de um equilíbrio fiscal, financeiro, orçamentário, bastante grande. Então, eu acho que se houvesse trocas para fazer apadrinhamento político ou colocar pessoas que lá estivessem simplesmente, unicamente, para a questão de apadrinhamento político, ela prejudicaria a população. E todas as pessoas que entraram no Governo são pessoas técnicas, ocupam cargos de responsabilidade, estão muito bem à frente da Prefeitura. A Prefeitura, hoje, está muito organizada, muito equilibrada. Então, tenho uma tranquilidade muito grande quando nós tivermos que trocar pessoas, sempre iremos fazer isto em prol do melhor atendimento à população. Jamais voltados para qualquer questão política, com apadrinhamento político. Nenhuma pessoa de nosso governo tem apadrinhamento político. Eu tenho com muita tranquilidade quando preciso fazer algo que venha a ser uma troca de secretário ou segundo e terceiro escalão.

 

RÁDIO CLUBE: Jarbinhas, Segurança Pública e o alto índice de criminalidade. Sabemos que a maioria dos crimes é cometido por jovens, menores de idade. O senhor tem algum projeto a ser desenvolvido com estes jovens? Um projeto de inclusão social e educacional para a reabilitação deles?

JARBINHAS: Angélica, a Segurança Pública é um problema nacional. O Brasil vive este momento. Atribuição da Segurança Pública é uma atribuição do Estado. Ao Estado compete a questão da segurança pública. O município de Guaxupé tem feito muito pela questão de Segurança Pública, em todas as suas áreas. Temos convênios com as polícias Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária; conseguimos o Corpo de Bombeiros para Guaxupé e fizemos com que a segurança de Guaxupé pudesse melhorar. Hoje, infelizmente, esse problema da insegurança é trazido pelos menores. A Prefeitura faz bem o seu trabalho, quando nós colocamos o Pró-Jovem e assumimos o Pró-Jovem, fazemos com que o jovem de Guaxupé tenha condição de entrar no mercado de trabalho mais bem preparados. Estamos fazendo bastante isto. Só na Prefeitura, temos vinte e quatro jovens trabalhando através do Pró-Jovem. Então, o Brasil precisa averiguar exatamente o que nós queremos para nossos jovens, enquanto lá em 1997 ou 98, algo assim, nós deixamos de fazer com que o jovem pudesse trabalhar, com 14 anos de idade (eu comecei a trabalhar com 13 anos, com carteira registrada) e depois foi elevando esta idade, do jovem. Isto trouxe um prejuízo muito grande para nossa sociedade. Há pouco tempo, preocupados com este índice dos jovens na criminalidade, trouxemos a Secretaria de Segurança Pública a Guaxupé, trouxemos também a Assembleia Legislativa para uma audiência pública, onde nos propusemos uma casa de recuperação para os menores que pode ser feita na região toda de Guaxupé, não precisamente em Guaxupé, mas em outras cidades pode acontecer... propusemos isso e estamos aguardando que o Estado se pronuncie a respeito.

 

Rádio Clube: Qual a maior necessidade para Guaxupé, nos próximos quatro anos, independente de quem vença as eleições?Jarbinhas: Eu entendo que nós falamos de um tema muito importante, que a questão da segurança pública. A segurança pública é voltada para toda necessidade da população. Acredito que seja um dos pontos que mais aflija a população. Nós temos trabalhado muito isso! Nós estamos para fazer a implantação do PROMIN. Em breve, esse vídeo-monitoramento, através de câmeras, que já entramos em contato com a Polícia Militar, através do GGIM, fizemos a reunião. O PROMIN, com certeza, vai ser as câmeras de vídeo-monitoramentos, que serão acessadas pela Polícia Militar dentro do Quartel. Vamos fazer a implantação da Guarda Municipal para o ano de 2017 e vamos, agora, à Câmara Municipal com um projeto de lei que foi protocolado na quarta-feira passada, para a instalação da Guarda Municipal. E iremos fazer, no mês de outubro, também o concurso público que visa à contratação de guardas municipais. Então, nós temos trabalhado muito a questão da segurança pública. Também vejo que é muito importante para o município de Guaxupé pensar em todas as áreas que a cidade necessita de ampliação de serviços públicos levados à população. Estamos bem focados no plano de trabalho nosso e em trabalhar a questão de segurança pública, de saúde, questão de educação e em todas as áreas nos temos trabalho a ser feito pelo Município. Mas, respondendo efetivamente a sua pergunta, eu entendo que segurança pública é um ponto que o governo federal tem que colocar mais investimentos a serviço da cidade, a serviço da população. O governo federal tem a responsabilidade de trazer mais investimentos para o Município, enquanto os municípios têm que fazer a manutenção da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária.

 

Rádio Clube: Projeto do Cislagos: Sabemos que ele foi criado por meio da união dos municípios do Sul de Minas, que tinham o interesse comum da promoção, prevenção e assistência na área de Saúde; e Guaxupé, inclusive, estava inclusa nesse consórcio. Por que não está mais?

Jarbinhas: Nós entendemos, na época que não reativamos o Consórcio Cislagos, que o consórcio da cidade de Divinolândia, através do Hospital de Divinolândia, era muito mais valioso para a cidade de Guaxupé; era muito mais valoroso pra cidade de Guaxupé; fizemos esse convênio, que é atendido com os professores da Unicamp e Divinolândia, onde atendem oftalmologia, ortopedia, dermatologia e outras especialidades. Em Guaxupé, só nesses três primeiros anos de nosso mandato, fizemos mais de 400 cirurgias de catarata, uma especialidade do Hospital de Divinolândia, e todas aquelas especialidade que o Cislagos atendia, hoje são atendidas em Divinolândia, com o custo menor para o município de Guaxupé. Daquilo que sempre prezamos, o dinheiro público, prezamos pela administração, entendemos que Divinolândia atenderia melhor a cidade de Guaxupé. E fizemos mais ainda: nós fomos até o SISMEP, também um consórcio da cidade de Passos, colocamos em funcionamento, hoje atende várias especialidades, também com um custo menor ao Cislagos, onde, com toda certeza, traz melhor atendimento a cidade de Guaxupé. A resolutividade muito maior do que acontecia no Cislagos. E hoje nós temos atendimentos tanto em Passos quanto também e Divinolândia; esses serviços à disposição da população trás uma benfeitoria muito melhor pra todos que usufruem do serviço público na área da saúde. Eu entendo que isso é uma gestão e, na gestão, você tem que priorizar aquilo que é importante pra população. Resolutividade na questão da Saúde e, com certeza, cuidar do dinheiro público, da população, cuidar do bem público, cuidar do patrimônio público da população de Guaxupé.

 

Rádio Clube: O sr. Chegou a afirmar que construiria o Terminal Urbano nem que fosse com recurso próprio. Até então foi feito o aterramento mas não temos o terminal urbano em funcionamento. O que o sr. tem a dizer a respeito disso?

Jarbinhas: Continuo afirmando que o terminal urbano será construído na cidade de Guaxupé. O mais importante nós conseguimos fazer: fazer a compra do terreno, um terreno importantíssimo para o município de Guaxupé, compramos o terreno por um milhão e meio, desembolsamos esse dinheiro dos cofres públicos, acertamos a área, é a área mais importante que existe no município para se fazer o Terminal Urbano, é uma área nobre, no centro da cidade. A partir daí, fomos buscar os recursos para se fazer o Terminal Urbano e conseguimos esse recurso junto ao deputado federal Carlos Melles. A partir do momento em que conseguimos esse recurso, entra-se já para a aprovação do governo federal e a liberação desses recursos. Esses recursos foram liberados para a Caixa Econômica Federal, entramos com o projeto na Caixa econômica Federal, o projeto do Terminal Urbano foi aprovado pela Caixa Econômica Federal e, agora, como nós estamos em período eleitoral, não se pode fazer nem a liberação do recurso, para que possamos fazer a licitação do projeto. O projeto, acreditamos que chegue ao Município para ser licitado logo depois das eleições. Então, mais uma vez eu falo pra vocês que isso é gestão! Nós temos grandes projetos para Guaxupé e grandes projetos exigem grandes trabalhos e estamos trabalhando muito focados dentro disso. A nossa equipe tem trabalhado focada nisso, meu grupo de trabalho tem trabalhado focado. Eu tenho que agradecer sempre ao funcionalismo público por tudo aquilo que tem feito pelo município de Guaxupé e tem trabalhado por Guaxupé. E nós estamos em busca não só de fazer o Terminal Urbano, mas o desenvolvimento de Guaxupé em todas as áreas, como trazer o Corpo de Bombeiros foi muito importante pra Guaxupé.

 

PERGUNTAS DA IMPRENSA:

TV Sul Educativa: Em sua campanha anterior, o sr. prometeu 3 mil empregos, entre janeiro de 2013 e janeiro desse ano, foram criados 743. Vivemos em um processo de retração econômica. Como criar vagas de emprego nos próximos 4 anos?

JARBINHAS: Essa pergunta é muito importante, quero agradecer a Ana Carolina. Guaxupé cresceu e desenvolveu muito nos últimos anos. Guaxupé é uma cidade pólo regional, é uma cidade que tem o seu comércio ativo; temos muitas indústrias dentro de Guaxupé. Trouxemos três indústrias para Guaxupé: a Opside, a Melhoramentos, estamos agora com outra empresa que já está em Guaxupé, a Legrand, mas pra trazer o seu centro de distribuição pra Guaxupé também é um projeto que estamos encaminhado. E o Brasil, infelizmente, entre 2015 e 2016, viveu um período de recessão muito grande. O Brasil hoje tem uma taxa de desemprego muito alta, de 11,8% da sua massa trabalhadora. São 12 milhões de desempregados no Brasil! E Guaxupé, graças à diversidade na sua economia, que nós falamos agora, indústria, comércio, agricultura, prestação de serviços, área médica muito forte... ela não tem essa taxa de desemprego como está acelerado no Brasil. Então, o que nós queremos para Guaxupé é a continuidade do desenvolvimento. Chegou agora em Guaxupé mais um supermercado, então mostra que Guaxupé está atrativo! Só pra você ter ideia, nos últimos quatro anos Guaxupé aprovou três mil novos loteamentos, imagina o que cresceu isso nos últimos anos na venda em todas as lojas de materiais de construção?! Fizemos também o Polo da Moda, que era do governo passado e nós fizemos toda atualização do que precisava. Levamos água, energia, que não tinha transposição; fizemos a licença ambiental, fizemos tudo para o Polo da Moda, hoje já tem oito indústrias já prontas pra começar a trabalhar no Polo da Moda; já em fase de execução dos seus projetos pra iniciar os seus trabalhos no Polo da Moda. Fizemos também a Lei de Incentivo Fiscal para que as empresas possam vir para Guaxupé e sejam atrativos os impostos da cidade de Guaxupé para que possam todas as empresas se instalarem aqui.

 

JORNAL DA REGIÃO: Em sua última campanha eleitoral, o sr. ressaltou por inúmeras vezes o caos da Saúde Pública Municipal e levantou a necessidade de fazer os PSFs em Guaxupé, dizendo que seu vice, intitulando como o “Vice da Saúde”, trabalharia para oferecer uma Saúde de primeiro mundo para oferecer aos guaxupeanos. Porém, passados os quatro anos de seu governo, a Saúde na cidade continua precária. Como explicar o fato de que até hoje não foram instaladas as doze equipes de PSFs necessárias para dar a cobertura total ao Município? E por que a Prefeitura está inaugurando unidades básicas de saúde (UBS) em vez de PSFs, que seriam mais coerentes com a atual estratégia da Gestão Pública de Saúde?

JARBINHAS: Nós queremos e estamos sempre na melhoria da área da Saúde. Nós nunca falamos que iríamos colocar Saúde de primeiro mundo! Sempre falamos que nos vamos melhorar a Saúde e estamos em busca disso e fizemos essa melhoria da Saúde de Guaxupé. Quando nós aplicamos 25% do nosso orçamento na Saúde, aplicamos R$ 25 milhões no ano passado, investimos na Saúde. Quando assumimos a área da Saúde, a aplicação do dinheiro público nesta área era por volta de R$ 19 milhões. Investimos em PSFs, passamos a UBS da Vila Carloni a PSF. Colocamos o PSF também no Parque dos Municípios, na Rua Machado, onde inauguramos uma nova unidade. Inauguramos agora uma UBS no JD Aviação. Trouxemos também a parte do Hospital do CONDERG de Divinolândia para a população de Guaxupé. Agora, o que nós precisamos entender é o que está acontecendo na Saúde Brasileira. A Saúde Brasileira vive uma crise institucional muito grande! Quando nós falamos que queremos colocar todas das unidades de Saúde funcionando como PSF, nós já levamos ao conhecimento do governo federal e já entramos com os projetos pra passar. O governo federal não faz a liberação pra que os postos de saúde de Guaxupé se tornem PSFs, porque precisa fazer a liberação dos recursos, que é mais importante. Essa liberação de recursos não chega até o município de Guaxupé e nós estamos bancando os PSFs com dinheiro do cofre público municipal. Quando foi inaugurado, no governo anterior o “CEO”, que é o Centro de Especialidades Odontológicas, ele foi inaugurado sem estar conveniado com o governo federal e até hoje o governo federal não faz repasse para o governo municipal. Então, isso dificulta muito o trabalho nosso. Investimento na Saúde por parte do governo federal falta e falta muito. O governo federal tem que trabalhar de forma diferente com os municípios.

 

G-MINAS TV: Prefeito Jarbas, com relação ao Parque da Mogiana, que seria a “menina dos olhos” da Prefeitura atualmente, as obras estão novamente paradas, por que parou? Qual o motivo da paralisação e qual a previsão de retorno e término das obras?

JARBINHAS: Você faz um processo licitatório onde as empresas disputam essa licitação e a empresa que ganhou a licitação da Prefeitura iniciou as obras e, infelizmente, ela perdeu a regularidade fiscal dela. Perdendo a regularidade fiscal dela, a Prefeitura não pode fazer o pagamento para ela dessa obra, porque nós trabalhamos dentro de uma gestão que exige que todos os fornecedores da Prefeitura tenham suas regularidades fiscais, FGTS em dia e assim por diante, todas aquelas que são permitidas pela lei. E nós, baseado nisso, a empresa teve que paralisar suas obras lá. O recurso está à disposição na Caixa Econômica Federal e a segunda colocada agora passará para essas obras desse parque tão importante para a qualidade de vida de Guaxupé. Nós temos que focar é na qualidade de vida do guaxupeano e é isso que nós queremos pras nossas crianças, pros nossos adolescentes e o Parque da Mogiana hoje é uma realidade, que será construído ainda essa semana, dia 26/09, retoma as obras o segundo colocado do Parque Mogiana. Então, o que nós queremos é continuar fazendo obras como nós fizemos. Fizemos 180 casas para a população de Guaxupé. São 180 famílias que vão usufruir dessas casas. Fizemos 400 lotes para a família guaxupena. Nós temos que aplicar o dinheiro público naquilo que é importante para a população de Guaxupé. Aquela hora não deu tempo de responder tudo na área da Saúde: importantíssimo nós termos trazido o Samu pra Guaxupé. O Samu, hoje, em menos de dois anos que está em Guaxupé, já atendeu 2 mil ocorrências na cidade de Guaxupé. Imagina o quão importante é o Samu pra cidade de Guaxupé. Estamos em construção de uma outra unidade de PSF pra cidade de Guaxupé, no Taboão, onde também abrimos uma rua e solucionamos o problema de uma casa que tinha lá e a construção desse PSF está já em franca Ascensão.

 

CORREIO SUDOESTE: Jarbinhas, no seu primeiro mandato, conforme documentos enviados pela Prefeitura à Câmara municipal, a Administração Municipal não aplicou a porcentagem mínima estabelecida em lei na saúde. Verificou-se nesse período várias ações civis públicas com pedido liminar para entrega de medicamentos. Qual o percentual que vossa excelência pretende aplicar na Saúde no seu segundo mandato?

JARBINHAS: Nós sempre aplicamos aquilo acima do que rege a legislação. Pra vocês saberem, a legislação vigente rege que devem aplicados 15% na área da Saúde. Existe uma lei municipal que quando nós assumimos era 21%, sendo que no mesmo ano passou a ser 23%. Nós aplicamos, em 2013, 24,9%; em 2014 foram 25%, em 2015 foram 25,2%, algo em torno de 25%, todos os anos nós temos aplicado na Saúde Pública de Guaxupé. O que eu digo e vou continuar dizendo sempre é que a Saúde é uma das prioridades da nossa bandeira que também na Educação, como a Saúde, investimos e investimos bastante na Educação! Por exemplo, no ano passado nós investimos 30,1%. Agora, o que existe, quando ele disse da questão dos medicamentos, das ordens judiciais, são que os medicamentos de alto custo, por si só, têm que ser através de ordem judicial, porque a Prefeitura não pode comprar aqueles medicamentos sem licitações. A pessoa chega com determinado nome de medicamento e a Prefeitura não pode comprar porque não tem licitação. E nós fizemos uma coisa importantíssima para a Saúde Pública não só do município de Guaxupé, como outros municípios já estão fazendo como a gente. Nós levamos 23 laboratórios até a Justiça porque não queriam entregar e fornecer medicamentos pra cidade de Guaxupé. Foi feita uma reunião no Fórum, presidida pela dr. João Batista, onde a  Prefeitura e a população de Guaxupé saíram vitoriosos e o Wilson Ferraz esteve nessa reunião, se não estou enganado. Levamos 23 laboratórios pra dar conta a Justiça o porquê não entregar medicamentos a cidade de Guaxupé. Isso é se preocupar com a população, isso é agir de acordo com aquilo que a população precisa.

 

JORNAL JOGO SÉRIO: O que falar das críticas das pessoas em relação às construções do Procon e da praça próxima ao São João supermercados?

JARBINHAS: tenho uma tranquilidade muito grande em relação a isso, porque a área central de Guaxupé é uma área de passagem das pessoas, uma área de grande circulação de todos nós. O São João está instalado nessa área a mais de 60 anos. A praça em frente ao São João existe desde a época que Guaxupé passou a se denominar Guaxupé. Eu não preciso, de maneira nenhuma, fazer alguma coisa pra trazer beneficio pra mim! O benefício Deus já me deu, me concedeu o benefício há muito tempo. Trabalho desde os meus 13 anos, cuido de uma empresa importante pra Guaxupé, uma empresa economicamente muito viável pra Guaxupé, que dá 290 empregos pra cidade de Guaxupé e o São João não precisa usufruir de um benefício próprio pra que tenha algo da Prefeitura sendo construída perto dele. O Procon foi construído porque nós administramos bem a cidade, o espaço que o próprio Município tem e levamos a construção do Procon porque ele vai ficar perto do Terminal Urbano. Imagina quantas pessoas vão descer ali e já vão poder está no Procon e já poder fazer suas reclamações?! E é isso que nós queremos: quanto mais perto os serviços públicos estiverem da população, nós estamos trabalhando. Então, o Terminal Urbano tem que ser feito em uma área de grande mobilidade urbana para as pessoas que usufruem do transporte coletivo. E isso nós estamos fazendo! Essa escolha foi de caráter técnico, não foi uma escolha minha e, aliás, aquele local já tinha sido escolhido em 1999/2000, se não me engano, já naquela época como o melhor lugar pra se montar o terminal urbano, e nós levamos alem do terminal urbano, também o Procon. Você tem que ter coragem pra fazer as coisas e eu tenho coragem! Tenho uma equipe técnica e competente a frente da Prefeitura e fazemos!

 

PERGUNTAS DOS CANDIDATOS:

BARRETO: Em Guaxupé, hoje, vemos acordos fechados sem licitação pelo seu vice, o sr. sendo processado pela Guarda Municipal, processos seletivos feitos nas escuras, as contas de Guaxupé sendo mandadas com atraso para aprovação, inclusive o Ministério Público multou o sr. por falta de transparência. Então, eu pergunto: esta falta de transparência do seu governo é por falta de planejamento ou existe algo que a população não pode saber?

JARBINHAS: Eu desafio o candidato a ir até o Ministério Público e apontar que essas irregularidades existem! Quando você aponta alguma coisa você tem que ir lá e colocar que elas existem e, de fato, apresentar, não só quando você se torna candidato, porque antes de você ser candidato, você é um cidadão da cidade, é um cidadão que se preocupa com a cidade, se ele, de fato, é um cidadão que se preocupa com a cidade, ele tinha que ter apontado essas irregularidades para o Ministério Público e não aqui no microfone da Clube, uma hora dessa. É uma pergunta que não é verdadeira! O Dr. Heber é uma pessoa de uma honestidade tamanha! É uma pessoa que tem passado e presente em Guaxupé, onde quer que ele vá, é muito bem recebido. Fez dois mandatos sem ter nenhum processo junto a ele; uma pessoa íntegra, que é muito respeitada dentro da cidade. Nós nunca fizemos nenhuma licitação de forma errada! As licitações nossas são até gravadas, abertas ao público da cidade, abertas à imprensa e a todas as pessoas! Os processos seletivos são feitos às claras, como todo o nosso governo, como todas as contas públicas nossas: nada as escuras! Se a cidade de Guaxupé aprova o nosso governo hoje é porque é um governo sério, um governo competente! Eu toco a Prefeitura como eu toco as minhas empresas! Eu toco com clareza! A minha empresa nunca teve problema, jamais, com nenhuma entidade, com nenhum fornecedor, com ninguém! A Prefeitura não tem problema com ninguém! A Prefeitura é uma prefeitura clara, transparente! O site transparência nosso está no ar! É uma prefeitura que rege pelas leis! Além de reger pelas leis, ela rege por aquilo que eu sou: transparente! Pelo nosso governo: um governo transparente! Além do mais, nós precisamos entender que a coisa pública nós temos que tocar e dar conta a população de Guaxupé! E isso nós temos feito e feito muito bem, porque a população de Guaxupé aprova o nosso governo!

 

RAUL: Sr. Prefeito, na gestão 2005/2008 os servidores municipais receberam aumento em torno de 35 %. Na gestão 2009/2012 os servidores municipais receberam aumento de aproximadamente 60%. Na sua gestão, não chegou a 20%. Reafirmando que em 2016 foi de 0%, de acordo com o processo movido pelo sr., contra eles. Isso é seu conceito de valorização ao servidor?

JARBINHAS: Nossa valorização ao servidor público é quando nós, de fato, respeitamos o servidor público e pagamos do governo anterior, o próprio governo do PT, quando ele deixou férias-prêmio em aberto com o servidor público e nós pagamos nos anos de 2013 e 2014 essas férias-prêmio para o servidor público. Isso também é fazer a valorização do servidor público; fazer com que ele tenha aquilo que é de direito dele à sua disposição, e fizemos isso! Quando ele coloca que ele fez um aumento salarial para o servidor público no ano de 2012, de fato ele fez, mas quem teve que estruturar o governo para fazer esse pagamento do funcionalismo público, de 10%, da lei que tinha pra 2012, para que fosse colocado em prática em 2013, foi o nosso governo. Quando ele deu 80% de aumento aos professores e servidores da Educação, que é muito merecido, sem dúvida alguma, quem teve que estabilizar o governo pra fazer o pagamento pra esses servidores, fomos nós! Nós andamos com nossas contas públicas em dia! Nós fazemos o nosso processo de transparência em dia! Nós deixamos todas as contas do Município e, principalmente, a Folha de Pagamento em dia! Nós não podemos esquecer nunca que tem muitos municípios hoje que não estão pagando a Folha de Pagamento ao funcionalismo público. Cidades como Alfenas, com três a quatro meses de salários atrasados; cidades como São Sebastião do Paraíso, com cinco folhas de pagamento em dia. E nós estamos com as folhas de pagamento em dia! E, com relação a não dar o aumento, nós demos o aumento sim! E o que aconteceu foi que a Câmara Municipal, um vereador quis dar um outro aumento que não é de competência dele, não é de competência do Executivo, e o Executivo, que é aquele que executa que faz as contas, que pode dar o aumento, e a câmara contestou isso. Então, nós queremos dar o aumento do funcionário e estamos prontos pra isso.

 

BARRETINHO: O sr. ganhou a eleição com promessas que não foram cumpridas. Hoje, das poucas propostas que fez até agora inclui a construção de 3 unidades de Saúde e um trevo no Taboão. Mas, todos sabemos que o que faltam são médicos, exames e remédios e não unidades de saúde. A segurança pública está caótica! Isso é muito mais importante do que trevos, praças e pinturas de guia. O sr. está com medo de repetir as mesmas promessas ou realmente não conhece as prioridades da cidade?

JARBINHAS: Além daquilo que prometemos e cumprimos, nós trouxemos também mais o Corpo de Bombeiros para a cidade! Nós trouxemos mais o SAMU pra cidade! Nós conseguimos levar água pro Bom Jardim! Nós conseguimos levar água pro Tomateiros, nós conseguimos trazer as unidades de saúde que nós fizemos. Nós conseguimos fazer a escola Elias José, uma escola que hoje é período integral, são 1400 alunos que estão na escola em período integral e recebe 7 alimentação por dia! Não prometi absolutamente nada disso! Levei a Casa de Barretos à população de Guaxupé! Distribuímos 1500 lanches por mês à população de Guaxupé que faz o TFD (transporte fora de domicílio)! Pra área da Saúde, fizemos a construção da Unidade Básica de Saúde do Jardim Aviação! Municipalizamos 4 creches! Terminamos a Creche Centenário”, uma obra que estava paralisada! Fizemos a aquisição de mais de 17 veículos pra Prefeitura! Trouxemos o “Natal de Luz” para a cidade! Fizemos a manutenção da frota! Trouxemos uma unidade do CRAS pra cidade, onde ele atende as pessoas da terceira idade com oficinas! Fizemos a revitalização do Bairro Santa Cruz! Iluminamos inúmeras praças na cidade! Fizemos a reforma e ampliação do Bairro Bela Vista! Criamos a Delegacia da Mulher! Fizemos construção de pontes na zona rural, manutenção das estradas rurais; fizemos a sede do Procon; compramos um terreno onde vamos fazer 340 casas pra população de Guaxupé, no bairro Bom Jardim, por R$1.700,00, e pagamos por esse terreno! Além de ter feito pinturas de praças, as pinturas das sarjetas, além de manter o trânsito organizado.

 

DR RAUL: Sr. prefeito, todos nós sabemos que infelizmente existe a prática ilegal e imoral de compras de voto na nossa cidade, através de cestas básicas. O que o sr. acha dessa prática e o que as pessoas que recebem cestas básicas devem fazer?

JARBINHAS: As pessoas que recebem cesta básica de qualquer candidato que seja, e isso com certeza não acontece na nossa candidatura, porque a nossa candidatura é baseada na moralidade, na transparência, naquilo que rege as leis brasileiras, a lei eleitoral, então se algum candidato faz isso de forma irregular, eu falo pra todas as pessoas: olha! Isso é errado, não pode acontecer, você não deve trocar seu voto por uma cesta básica! O seu voto vale muito mais do que uma cesta básica. O voto é aquilo que traz dignidade paras pessoas, como o trabalho traz. São duas coisas que eu entendo que trazem muita dignidade para as pessoas: o trabalho, que nós estamos lutando muito pra trazer empresas pra Guaxupé, e vamos trazer! Vamos fazer de Guaxupé uma cidade cada dia mais evoluída, mais bem construída! Estamos em busca disso pra Guaxupé e fizemos nesses 4 anos que nós estamos! Então, por isso a nossa colocação, da nossa candidatura pra população de Guaxupé, porque é uma candidatura sólida, é uma candidatura que não pensa em distribuição de cestas básicas, como o governo do PT faz! Um governo que sempre procurou dar cesta básica pra população brasileira, eu acho que isso é compra de votos! Isso, o Bolsa-Família, na minha opinião, é compra de votos! O Norte e Nordeste necessitam dessa cesta básica! O maior índice que nós temos hoje no Brasil está no Norte e Nordeste. Porque isso? Porque o governo federal não ensinou a pescar, ao invés de dar o peixe e virar essa recessão que o Brasil virou, que é o que o PT quis, com 12 milhões de desempregados? É isso que o PT buscou? É isso que o PT quer pro desenvolvimento do Brasil? O PT é um partido que, hoje, não tem moral, moralidade pra falar ao País de forma nenhuma em empregabilidade! Moralidade pra falar que está dando emprego no Brasil! O Brasil é um país hoje que tem 12 milhões de desempregados! Doze milhões de pessoas passando necessidade e foi colocado isso pelo governo da sra. Dilma, e está aí o resultado que o PT fez no Brasil!

 

PERGUNTAS DOS OUVINTES

Anita, do Bairro Catetos: Conhecemos as dificuldades de quem deseja doar sangue em Guaxupé, que precisa se deslocar a Alfenas ou Ribeirão Preto para realizar tal ação. O sr. tem projetos pra trazer um banco de sangue para nossa cidade?

JARBINHAS: Quero agradecer à Anita por essa pergunta. Ela é muito pertinente porque, de fato, Guaxupé hoje não tem o banco de sangue e já conversei com o Dr. Heber, que continuará à frente da Saúde de Guaxupé também, junto com a secretária Elina e toda sua equipe. Nós já enviamos um contato ao governo federal, ao Ministério da Saúde, para que Guaxupé possa ter um banco de sangue. Então, é uma das prioridades nossa, do nosso governo, como também é uma das prioridades nossa, do nosso governo, a criação de uma unidade mista de saúde, que vai atender a região do Jardim Rosana, América I, América II e o Rancho Alegre; a construção de um novo PSF no Jardim Monte Verde, onde nós construímos as 180 casas, ao lado de onde fizemos os 400 lotes pra população de Guaxupé. Ali também vai ter um PSF que vai atender toda aquelas pessoas. E vamos colocar também um trabalho inovador, que vai ser um PSF itinerante na zona rural de Guaxupé. Isso vai facilitar para que as pessoas não precisem vir até a cidade e sim no PSF fazer o atendimento da população da zona rural. Isso vai trazer muito mais qualidade de vida para a população de Guaxupé. E esses dois PSFs que falei, essa unidade mista de saúde, a construção do PSF, foi uma verba conquistada junto ao deputado Marcus Pestana, de R$ 1,5 milhões, que deve ser liberada depois do processo eleitoral. Então, a gente tem trabalhado muito na área da Saúde e não vamos deixar de forma nenhuma! E outro sonho nosso, que é um sonho bastante grande que é trazer a unidade Neonatal para Guaxupé, e nós vamos trabalhar com um formato bastante agressivo, e quando eu digo agressivo, é na busca dos recursos pra trazer a UTI neonatal pra Guaxupé.

MARIA LUCIA BANHOLI (Agenor de Lima): O que será feito pra resolver a questão da taxa de esgoto, que hoje é cobrada pela Copasa?

JARBINHAS: Maria Lúcia essa pergunta sua é uma pergunta que Guaxupé inteiro faz essa pergunta. A Câmara municipal de Guaxupé, em 2012, aprovou a lei que daria o direito à Copasa tando na exploração quanto da cobrança da taxa de esgoto da cidade de Guaxupé. A Câmara, em 2012, fez essa aprovação, o governo municipal daquela época, do PT, em 2012, vendeu a rede de esgoto para a Copasa por R$ 8,2 milhões e, a partir daí, começou a cobrança de taxa já no ano de 2012. Hoje, a Copasa tem um contrato com a cidade de Guaxupé, onde esse contrato está aprovado por lei e essa lei é uma lei que está em vigor e a Prefeitura de Guaxupé não pode, de maneira nenhuma, falar que vai... qualquer candidato que disser que vai acabar com essa taxa da Copasa, não é uma realidade, porque a Copasa tem o direito de exploração do esgoto da cidade. E a ETE, hoje, está em construção com uma verba que veio do governo federal, da Funasa, de R$ 15 milhões, a primeira parte chegou ao município de Guaxupé, de R$ 4,9 milhões e a ETE está sendo construída. Então, infelizmente, Guaxupé hoje é uma realidade... tem que se cobrar dos vereadores daquela época que aprovaram a taxa da Copasa em 2012! Foram 3 vereadores que votaram contra a taxa da Copasa, daquela época, que são o Pica-Pau, o Ari e a Tânia Rolim, enquanto os demais vereadores votaram favorável que a taxa da Copasa pudesse ser cobrada. Então infelizmente é uma realidade... 2 minutos é muito pouco tempo pra explicar pra essa pessoa. Gostaria de ter um contato maior com ela, se vocês puderem me arrumar o telefone dela eu gostaria de passar uma explicação até maior pra ela.

ANA PAULA SILVA (Novo Horizonte): O transporte público que leva pacientes pra fazer tratamentos em Campinas e São Paulo é único, e isso faz com que esses pacientes se cansem muito, principalmente aqueles que passam por quimioterapia. Que solução o sr. tem para este problema?

JARBINHAS: Ana Paula, a partir de uma reunião que nós tivemos tanto com a secretária quanto à pessoa responsável pela área do transporte do Município, nós vamos fazer com que as viagens para Campinas sejam destinadas só para Campinas, as viagens para são Paulo só para São Paulo, a mesma coisa acontecendo para Ribeirão Preto e Barretos. Nós estamos nos organizando tanto da parte orçamentária quanto dos veículos da Prefeitura. Vamos fazer com que esses veículos transitem de uma forma onde de comodidade e qualidade de vida melhor a todos os usuários dos transportes que fazem fora de domicílio de Guaxupé. Alfenas vai pra Alfenas, Pouso Alegre vai pra Pouso alegre; então, isso já está sendo feito o estudo e vai acontecer ainda dentro do nosso mandato. Ainda dentro do ano de 2016 esse trabalho deve começar a ser feito na área do transporte da Saúde, que as pessoas fazem fora de domicílio.

 

CARLOS (Jardim Vera Cruz): De zero a 10, que nota você da pra Saúde de Guaxupé e por quê?

JARBINHAS: Olha! Como eu disse, a questão da Saúde é um problema do País inteiro. Que nota nós temos que dar é pra Saúde do país. Nós não podemos ficar só focados em Guaxupé! Nós moramos em Guaxupé, nós vivemos em Guaxupé e nós temos a prioridade de cuidar da Saúde de Guaxupé. A Saúde de Guaxupé é tida como uma das melhores saúdes da nossa região, apesar de termos as nossas dificuldades. Como eu disse, já no início, Guaxupé investe 25% do seu Orçamento na área da Saúde, enquanto o governo federal investe, no máximo, 15 % na área da Saúde. A Saúde de Guaxupé, nós temos os médicos especialistas nos postos de saúde, principalmente no “Buracão”. É uma Saúde que, com certeza, ainda tem a sua dificuldade, mas ela está trabalhando muito focada para cada dia melhorar. E o que nós queremos com nosso trabalho é a busca por essa melhoria. A Saúde de Guaxupé tem as suas deficiências, nós sabemos, mas ela avançou muito no nosso mandato. Em todas as áreas, inclusive na área do transporte, quando nós colocamos uma casa para funcionamento na cidade de Barretos, nós estamos dando qualidade de vida pra aquelas pessoas que estão em Barretos. Quando nós colocamos o “Kit lanche” à disposição das pessoas, nós também damos mais qualidade de vida. Trazemos, com toda certeza, mais postos de saúdes para a cidade! Queremos, com toda certeza, fazer um centro de diagnóstico para a mulher, em Guaxupé. Lá no Planalto tem o Posto de Saúde da Mulher e vamos montar o Centro de Diagnostico para a Mulher. Então, nós sabemos que a Saúde é deficiente, mas queremos a melhoria na área da Saúde. Investimento, com certeza, é muito pequeno para tudo aquilo que a Saúde precisa e a gente quer buscar essa melhoria no próximo mandato nosso e fazer uma Saúde de qualidade pra população de Guaxupé.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS do candidato: Um agradecimento às organizações Nabih Zaiat, bastante grande por estar levando isso para a população de Guaxupé, um momento muito importante e democrático; agradecer a minha companheira, minha namorada, minha esposa, a Raquel, que tem me ajudado tanto nessa empreitada, que é muito importante pra gente, e dizer a população de Guaxupé que nós estamos muito focados no desenvolvimento de Guaxupé, continuar fazendo esse desenvolvimento. Guaxupé progrediu muito nesses últimos quatro anos! Fizemos muitos projetos para Guaxupé. A Educação de Guaxupé, que eu tenho que agradecer a todos os profissionais da área, que fizeram com que a Educação de Guaxupé chegasse ao índice de IDEB de 6.7! Isso muito nos orgulha, orgulha Guaxupé, como um todo. Agradecer ao funcionalismo público por todo empenho que fez nesta Administração para que trouxesse tudo aquilo que colocamos à disposição da população. E eu tenho um sonho, de continuar realizando para Guaxupé, de continuar trabalhando por Guaxupé. Tenho certeza que a população me dará essa oportunidade, porque nós temos projetos pra Guaxupé. Quero convidar a todos para estarem atentos aos programas de rádio, aos programas de televisão. Nós, a partir da semana passada, já colocamos os projetos futuros que queremos para Guaxupé. Nós temos uma diretriz para fazer por Guaxupé, estamos focados, temos um planejamento! Nosso governo sempre vai contar moedinhas para fazer com que essas moedinhas cheguem até a população de Guaxupé de uma maneira onde ela ganhe com tudo isso; ganhe uma Guaxupé cada dia melhor pra os nossos filhos. A responsabilidade que nós temos junto aos nossos filhos, de dar um futuro melhor para eles é muito grande. Eu tenho seis filhos e estou focado em fazer com que todos os filhos de Guaxupé tenham um futuro sempre melhor para a nossa cidade; para o nosso povo, para a nossa gente! Estou muito feliz de estar aqui, estou muito agradecido ao povo de Guaxupé, em ter me dado a oportunidade de ter governado Guaxupé, por um mandato e vamos à luta.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]