7487
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 12/02/2020 09:06

Em greve, professores do Estado protestam na Câmara de Guaxupé

Educadores, apoiados por pais de alunos, manifestaram no Legislativo guaxupeano contra os atrasos salariais e as dificuldades de pais por causa do novo sistema de matrículas criado pelo governo
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Em greve, professores do Estado protestam na Câmara de Guaxupé

Professores da rede estadual de ensino, atuantes em Guaxupé, protestaram nesta terça-feira, 11 de fevereiro, contra o governo mineiro. O manifesto, ocorrido no salão de entrada da Câmara Municipal, foi motivado pelos frequentes atrasos no pagamento à categoria. Mais do que isto, reivindicaram uma atuação efetiva por parte da Educação Pública Estadual, no sentido de auxiliar aos pais de alunos matriculados em instituições distantes de suas casas ou, conforme vários casos, ajudar aqueles que ainda não estão nas escolas, haja vista a dificuldade para se cadastrarem no sistema online, ofertado pelo poder público este ano. Em greve por tempo indeterminado, os educadores aguardam uma resposta do governador Romeu Zema para avaliarem se voltarão ou não às atividades.
O manifesto contou com as participações de docentes das escolas Dr. Benedito Leite Ribeiro (Ginásio) e André Cortez Granero (Polivalente), onde professores aderiram à greve. Com eles, pais de estudantes ainda sem condições de frequentarem as aulas participaram do protesto. "É um absurdo, pois este sistema informatizado prejudicou muito aos pais, que não têm acesso à internet ou não foram orientados a tempo. Quando alguns conseguiram se cadastrar no site, já não havia mais vagas nas escolas próximas de suas casas. No meu caso, como podem irmãos que moram numa mesma residência ficarem em escolas diferentes?", indagou Jacinto da Costa Matozo, pai de crianças em idades de ingressar no ginasial.

Greve por tempo indeterminado
Revoltados com o que consideram descaso por parte do Governo de Minas, os professores têm exposto uma situação que, segundo eles, pouco mudou desde a última gestão, então conduzida pelo governador Fernando Pimentel, do PT. Com Romeu Zema, do Partido Novo, os educadores garantem que os problemas continuam, com alguns inclusive ainda sem terem recebido o 13º salário: "Não tem como honrar os compromissos em casa com esta instabilidade em nossos salários! Como é que o governo quer nos incentivar? Deixando-nos sem pagamento? E o que cada um de nós dirá a nossos familiares, pois estamos cumprindo com nossa parte, trabalhando todos os dias, mas na hora de receber não somos lembrados?", lamentou um professor, com quem o JOGO SÉRIO falou nesta terça-feira, tendo ele exposto o pensamento da categoria.

Que bagunça!
O problema das matrículas de alunos ingressantes à rede estadual ocorreu porque neste ano o governo utilizou a internet como única forma de matrículas. No caso, os pais acessaram o site da Educação Estadual e indicaram três instituições onde desejavam matricular seus filhos. Porém, a novidade não foi divulgada nos municípios e deixou boa parte dos responsáveis pelos alunos sem saber o que fazer. Assim, muita gente não conseguiu se cadastrar e os filhos ficaram, até hoje, sem as matrículas. Nesta segunda-feira, por exemplo, o JOGO SÉRIO esteve em escolas locais, onde a quantidade de pais revoltados com a situação foi grande: "Fui à Secretaria de Educação, em Guaxupé, e me disseram para aguardar, pois o site estava congestionado e não conseguia fazer a matrícula de meu filho. E, agora, sobrou vaga apenas em escolas muito, mas muito distante de casa. Daqui a pouco o Ministério Público vem perguntar por que o menino não está na escola", preocupou-se Paulo Sérgio, que até ontem não havia matriculado o filho. "Nós estamos atendendo às demandas, que realmente estão excessivas demais. Porém, não temos como atender a todos, neste momento", lamentou o diretor do Ginásio Estadual, Ernani Torres. Ainda sobre a greve dos professores, conforme apurado pelo JOGO SÉRIO, o movimento deve alcançar também as escolas Nossa Senhora Aparecida, Dona Queridinha Bias Fortes e Major Luiz Zerbini por estes dias. Contudo, informações oficiais ainda não foram divulgadas pelas diretorias das referidas entidades.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.