161
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 23/07/2019 10:54

Autoridades orientam sobre o perigo do cerol e da linha chilena

Utilização criminosa pode gerar perdas de vidas
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Autoridades orientam sobre o perigo do cerol e da linha chilena

Nesta época do ano é comum presenciarmos dezenas de crianças e adolescentes empinando pipas, principalmente pela desocupação e férias escolares. Preocupados com o risco de acidentes, que já vem sendo registrados em algumas cidades, a Prefeitura de Guaxupé juntamente com os Bombeiros Militar do 4º Pelotão e a Polícia Militar da 79ª Companhia farão ações de conscientização para evitar acidentes como choque elétrico, atropelamento ou até mesmo cortes provocados pelas linhas.

Blitz educativa, distribuição de panfletos, visitas em estabelecimentos que comercializam linhas e produtos para a produção de pipas, e até mesmo rondas estão previstas como ação. “Agora com as férias escolares e esse clima com muito vento, fica propício para que as crianças, adolescentes e até mesmo adultos soltem pipas, principalmente em regiões periféricas da cidade, aqueles bairros mais afastados. Infelizmente algumas pessoas insistem no uso do cerol ou até mesmo de linhas chilenas para a brincadeira. Na verdade o que deveria ser uma diversão, pode causar acidentes e até mesmo provocar a morte de pessoas”, disse o comandante dos Bombeiros em Guaxupé, tenente Pereira.

Para o comandante da 79ª Companhia, a população pode fazer denúncias através do telefone 190: “Pedimos o apoio da população para que primeiramente oriente em suas casas, oriente seus filhos, para que não utilizem esse tipo de linha ou cerol para empinar pipas. Pedimos também que quando souberem de pessoas que estejam comercializando este material ou até mesmo fazendo uso do mesmo, que ligue no 190 e faça a denúncia”, falou.

Evite acidentes com pipas e papagaios. Confira as dicas:

- Não solte pipas em dias de chuva, principalmente se houver relâmpagos
- Evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos. Procure locais como praças ou o Parque da Mogiana
- Tente soltar pipa sem rabiola, como as arraias. Na maioria dos casos, a pipa prende no fio por causa da rabiola
- Não empine pipa em cima de lajes e telhados
- Jamais utilize linha chilena, metálica, como fios de cobre de bobinas ou cerol (mistura de cola com cacos de vidro).
- Não faça pipas com papel laminado. O risco de choque elétrico é grande
- Cuidado com ruas e lugares movimentados, principalmente quando andar para trás. Você pode invadir a via e ser atropelado
- Atenção especial com os motociclistas e ciclistas – a linha pode ser perigosa para eles. Fique atento para que a linha não entre na frente deles
- Se a pipa enroscar em fios, não tente tirá-la. É melhor fazer outra. Nunca use canos, vergalhões ou bambus. Ao correr atrás das pipas, muito cuidado com o trânsito. (Texto e foto: Ass. Com. Pref. Gpe)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]