141
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 11/03/2019 15:38

Donos pagarão R$ 250,00 por cabeça a cada vez que suas criações forem pegas nas ruas

Serviço de captura a animais de grande porte foi iniciado na semana passada, numa parceria entre a Prefeitura e a Polícia Militar
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis

O Jornal JOGO SÉRIO flagrou, na semana passada, as capturas de equinos na Praça da Saudade, próxima ao Cemitério Municipal, em Guaxupé. A ação, realizada por empresa terceirizada, contratada pela Prefeitura, inaugurou o serviço de apreensão e recolhimento de animais de grande porte. Proposto para retirar cavalos e gado soltos nas ruas, com vistas à prevenção da vida humana, o novo sistema está sendo colocado em prática por meio de uma parceria com a Polícia Militar. Agora, proprietário que deixar sua criação em condições inadequadas terá que pagar multa para reaver o pertence, que poderá até ser doado a instituições sociais, dependendo da situação.

O flagrante aconteceu num dos jardins da Praça da Saudade, onde a equipe contratada, do Rancho dos Lagos, sediada em Itajubá, no Sul de Minas, localizou animais em plena pastagem. Experientes, os profissionais laçaram os cavalos e burro, tendo os alojado na carroceria de um caminhão e conduzido para local cujo endereço será mantido em sigilo. “O trabalho será realizado 24 horas, sete dias por semana. Enquanto apreendidos, eles receberão todo o tratamento necessário por nosso veterinário. Inclusive, um destes cavalos está com a pata traseira machucada e teremos que fazer o tratamento”, explicou Éder, responsável pela firma contratada junto à Prefeitura.

Pouco antes das apreensões bem sucedidas, integrantes da Prefeitura, Polícia Militar e do próprio Rancho dos Lagos apresentavam, oficialmente, o início do referido serviço. “A logística será assim: o cidadão deparou com um animal solto na via pública, aciona a PM, via telefone 190, uma unidade nossa aciona a empresa contratada e acompanhamos para o devido suporte”, informou o major Afrânio Tadeu Garcia, comandante da 79ª Cia. PM/MG, que elogiou bastante a efetivação do novo sistema de captura colocado em prática pela municipalidade.

Conforme as regras, o dono do animal apreendido pagará multa de R$ 250,00 por cabeça, a cada vez que seu bicho for pego nas vias, praças e locais inapropriados. “Efetivamente, após a apreensão, o animal volta ao seu proprietário ou é encaminhado, conforme prevê a Lei Municipal, para doação”, informou o secretário municipal de Segurança Pública, Márcio Teófilo Nunes, major PM da reserva. “O serviço, para a Prefeitura, custará R$ 102 mil por um contrato experimental de seis meses, com possibilidade de prorrogação, caso o serviço seja bem sucedido”, complementou o secretário de governo e Planejamento da Prefeitura, Artur Fernandes Gonçalves Filho.

Ainda sobre a questão do bem-estar animal, essa atividade, seja feita pela Polícia Militar, pela Secretaria de Segurança ou pelo prestador de serviços, já denota a falta de cuidado de alguns cidadãos com seus animais. Quem tem animal deve prezar pelo bem-estar dele. Porém, sabemos que este é um problema recorrente, onde alguns soltam seus animais na via e são elas quem devem responder à sociedade, o motivo pelo qual estão tratando seus animais assim”, reforçou Artur, que é veterinário por formação acadêmica. “Se todo proprietário de animal tivesse a consciência deste bem-estar, a gente não precisaria contratar este serviço”, complementou o secretário. CLIQUE AQUI e assista ao flagrante da captura de animais, na Praça da Saudade, em Guaxupé.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.